Fale Conosco

Seleção brasileira: Coutinho derruba jejum de 5 anos sem gols de falta

CURSO

Seleção brasileira: Coutinho derruba jejum de 5 anos sem gols de falta

Vídeo Criado pelo App: Narrador de Voz Pro https://narradordevoz.com/

———-

Ouça a notícia em: https://narradordevoz.com/?url=https%3A%2F%2Fwww.uol.com.br%2Fesporte%2Ffutebol%2Fultimas-noticias%2F2019%2F11%2F19%2Fcoutinho-derruba-jejum-de-5-anos-sem-gols-de-falta-na-selecao-brasileira.htm%0A

———-

Seleção brasileira: Coutinho derruba jejum de 5 anos sem gols de falta

Philippe Coutinho parte para cobrança de falta no segundo gol da seleção contra a Coreia do Sul em amistoso em Abu Dhabi Imagem: Pedro Martins/MowaPress

Depois de cinco anos, dois meses e 14 dias, a seleção brasileira voltou a marcar um gol de falta. Philippe Coutinho bateu com categoria para vencer o goleiro Jo Hyen-Woo e fazer o segundo tento canarinho na vitória por 3 a 0 sobre a Coreia do Sul. Lucas Paquetá abriu o placar na partida disputada em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes. Danilo anotou o terceiro, já no segundo tempo.

O último gol de falta antes da batida perfeita de Coutinho na manhã de hoje (19) havia sido em 5 de setembro de 2014. Na ocasião, também em um amistoso, Neymar decidiu a vitória por 1 a 0 sobre a Colômbia em Miami, nos Estados Unidos. Desde então, as cobranças de falta se tornaram um pesadelo para a seleção.

Neymar seguiu como o batedor principal, sem sucesso. Já neste ciclo de Copa do Mundo, Daniel Alves, Casemiro e o próprio Coutinho andaram frustrados por tentativas fracassadas, mesmo após treinos repetitivos.

Além do jejum de gols de falta da seleção depois de 72 jogos, Coutinho também findou uma série negativa individual. O meia do Bayern de Munique, da Alemanha, não marcava há dez partidas na temporada. No atual ciclo de Copa, ele já tem cinco tentos pelo Brasil.

“A gente fica feliz pela seleção ter jogado bem, merecido a vitória. É um momento de bastante pressão, mas serve para melhorar e construir um novo caminho”, disse o jogador do Bayern de Munique. “O professor falou bem na palestra para jogarmos tranquilos, porque a pressão é de fora, que tínhamos que fazer o que fazemos no clube com tranquilidade. Hoje esquecemos o lado de fora e focamos no nosso objetivo de buscar a vitória.”

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Fonte da notícia: uol.com.br

Facebook

To Top
Quer mudar de vida ?